Saberes do Som / Sound Knowledge

Saberes do Som toma a música popular, em especial a música popular urbana criada e produzida no Brasil, como fonte de experiências e formas de conhecer, para investigar narrativas, observar e conceituar processos outros de comunicação num mundo em que a razão ocidental aprofunda sua crise. Destaca a contribuição negra (africana e afrodiaspórica) à tradição musical brasileira, examinando seus pressupostos, produções artísticas e sua compreensão e incorporação por setores brancos dominantes da sociedade.

A pesquisa tem como base três itinerários: 1. uma investigação da compreensão da contribuição negra à tradição da música brasileira pelo modernista Mário de Andrade (1893-1945), em seus textos sobre música e suas viagens pelo Brasil; 2. uma revisão bibliográfica que dê conta do significado da música popular urbana para as políticas da vida, a partir de Achille Mbembe (2013) e seu insight sobre o devir-negro do mundo, de Adrian Piper e as anotações sobre “Funk Lessons”(1982-84) e da análise por Fred Moten acerca do lugar da música na tradição radical Black (2003); e 3. a realização de cursos experimentais de graduação a partir da provocação “Como a música mexe conosco”, em que se procura identificar formas de experimentar a música e os mundos para os quais ela nos leva. Procura-se, com isso, a produção de um conjunto de entrevistas, depoimentos, textos autorais e playlists, conformando um arquivo multifacetado que contribua para uma história do presente musical das cidades.

Publicado por Liv Sovik

Liv Sovik

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *