Passeio ao Centro: relíquias, ruínas, restos

Quando pequena, nos idos anos 1960, ainda escutava pessoas da minha família dizendo que iam à cidade quando se referiam ao deslocamento até o centro do Rio de Janeiro. Naquele tempo perdurava um resquício de memória do centro do Rio como o local do comércio fino, bares antigos, repartições públicas e edifícios empresariais. Quando, aos…

En-joy, in times of fake news

Créditos: “Minha Missão”, de Paulo César Pinheiro. Voz: Soraya Ravenle, maio de 2020 Aboio espontâneo. Voz: Samuel Araújo, postado em 13/08/2020. “Trenzinho caipira”, de Heitor Villa Lobos. Mesa, alcool, pano e voz: Lia Silveira, 13/09/ 2020.